PARA NÃO DIZER QUE NÃO FALEI DE FLORES.

brancas-e-rosas

PARA NÃO DIZER QUE NÃO FALEI DE FLORES
Que a Escola Pública do Estado de São Paulo faliu, é verdade que os dados oficiais não negam. Que sempre tem onde piorar e está piorando, também é óbvio.
Contudo salvar a Escola Pública de São Paulo, ainda é possível. O remédio é amargo mas cura…Precisa coragem.
Peitar a corporaçao dos professores.Punindo os muito maus. Os Educadores poderão enfim, exercer a profissão de Professor, a mais importante de todas as profissões. Um Secretário de Educaçaõ com coragem é fundamental, condição ” sine qua non”.
Que a SEE foi nas duas eleições passadas um gigantesco Comitê Eleitoral, foi . Só que sem devolver a SEE para a Escola Pública e sem um trabalho sério comprometido, é impossível…
Um exemplo que é possivel foi : um Coordenador na Cogesp que tentou com alguns gatos pingados na Cogesp e na SEE, fazer um trabalho sério. Recebia os pais, discutia soluções, mas foi abandonado pelo Governador, enganado e traido por pessoas que não se interessam que a escola pública ande, ali dentro da SEE.
Saiu decepcionado e se candidatou a Prefeito de Espírito Santo do Pinhal e ganhou.
Um homem como ele, a gente pedia na época como Secretário de Educação.Acreditávamos nós e ele que era viável uma escola pública, proba e laica, de boa qualidade e séria…Uma escola que seria bom exemplo para o Brasil.
O nome dele JOSÉ BENEDITO DE OLIVEIRA…( ZECA BENE).
Ainda volto a falar nesse cidadão exemplar, do qual me orgulho de ser contemporânea…

Anúncios

Comentários desativados em PARA NÃO DIZER QUE NÃO FALEI DE FLORES.

Arquivado em Uncategorized

Os comentários estão desativados.