Arquivo do dia: 18/05/2017

DR. NALINE, SEE DE SÃO PAULO. NÃO CRIE CORVOS.

download (4)DR. NALINI, NÃO CRIE CORVOS!
Senhor Secretário da Educação,do Estado de São Paulo, os corvos furarão seus olhos.
Parece que as Diretorias de Ensino e as Direções das Escolas Estaduais estão amparadas nos seus abusos.
Isso não vai dar certo…Para ninguém.
Nos últimos dois anos a escola piorou e expulsa alunos de um modo frenético, o que vai aparecer o resultado nefasto mais cedo que o senhor imagina..
Estar aprovando tudo, é criar corvos, pode parecer confortável, mas de um jeito ou de outro o senhor será cobrado. Muito será cobrado a quem muito foi dado. O senhor que é religioso sabe disso…sabe que é imortal apenas no título da Academia Brasileira de Letras. A sua vida tem a duração e as dificuldades de todo mortal, e está sujeita a todo problema se Deus assim determinar.Se plantar, vai colher segundo a lei de Deus imutável …é o ciclo normal da vida. Mude o plantio, pode ser trabalhoso, os pais ajudarão. A colheita será abundante.abençoada.
O último abuso ocorrido na E.E. Ana Rosa de Araujo, na Vila Sonia é para ser relatado em vários textos.
Vou começar do começo:
A mãe vai pedir socorro na Diretoria de Ensino Centro Oeste.
Recebeu a informação ” que ela não deve mexer sem saber com quem está mexendo, pode ser perigoso”
Sendo que o filho dela está sendo acusado, injustamente segundo ela, e quer que se apure e investique, já que ele é pouco mais que um garoto. O aluno é um aluno que estuda e trabalha. A mãe inconformada recebe essa recomendação, ou advertência, seria ameaça, justo de quem devia ajuda-la ?
Não ficou claro de quem a mãe deve ter medo…
Como, ela deve ter medo de defender o filho que está acusado de traficar droga na escola, e injustamente ?

Comentários desativados em DR. NALINE, SEE DE SÃO PAULO. NÃO CRIE CORVOS.

Arquivado em Uncategorized

O TERRORISMO NA EMEF ARTHUR WHITAKER. VILA SONIA SÃO PAULO

c1145baa658a1227340e8be3f4fc216bO TERRORISMO DA EMEF.ARTHUR WITHAKER.
A mãe queria que suas duas filhas estudassem na Emef. Arthur Witaker.Vila Sonia SP. Nada mais natural e legal.
Só que a Diretoria de Educação Butantã tem um poder infinito e pode até mais que a Lei..Se tem costas quentes, tem e muito quentes, em tudo que é instância. São muito bem organizadas…os pais não são. Só pagam e mendigam uma vaga que só vem se a Diretoria de Ensino do Butantã quiser.
A mãe só consegue vaga para uma das filhas.
Passado um tempo e com o caso na Vara da Infância e Juventude de Pinheiros tem 3 meses, a DRE se sentiu garantida e segura. Se pode mais que a lei pode tudo…
Então vão firme para o terrorismo e a perseguição em cima da aluna da Arthur Withaker. A aluna faltou dois dias seguidos e a mãe sabe, mas a escola quer se vingar da mãe.
A aluna teria sido informada verbalmente que a mãe seria chamada na DRE Butantã para se explicar.
Pronto, a mãe está aterrorizada, e com toda razão.
Uma Diretoria Regional de Educação que aparentemente coloca até a Vara de Infância e Juventude de Pinheiros de joelhos, pode qualquer coisa…
Só por Deus mesmo…

Comentários desativados em O TERRORISMO NA EMEF ARTHUR WHITAKER. VILA SONIA SÃO PAULO

Arquivado em Uncategorized