ACONTECEU EM BRASÍLIA ASSIM COMO ACONTECE EM SÃO PAULO.

ALUNO POBRE E NEGRO CALADO E QUIETINHO ESTÁ ERRADO.
A notícia nem teve o furor. Se fosse um aluno que revidasse a agressão de uma professora ,a imprensa já teria feito um fuá no Brasil inteiro. Como a vítima foi um garoto negro e quem o agrediu e violou os seus mais básicos direitos foi um professor branco, a noticia ficou mais em Planaltina, Brasilia. Nem se ouve falar, no Pais que o Corta Pra Mim inventa talvez o garoto fosse preso. O professor pisou no pé do aluno e se fosse no país que o Corta Pra Mim inventou o aluno seria preso acusado de sujar o sapato do vice diretor da escola.
O Vice Diretor chama o aluno na diretoria, ele teria violado o Regimento Interno da escola estando de chinelo. Antes de ser mandado de volta para a sala, descalço o diretor pisou no pé do aluno.Confiscou seus chinelos.
Violou a Constituição, o ECA, a LDB e os Direitos Humanos. Como ele é Vice diretor da escola pública, professor,não acontece nada.
Se um Regimento Interno exige que aluno vá na escola de tênis e que no caso ir de chinelo pode ter seu pé pisado e voltar para a sala de aula., então é uma formação de quadrilha nessa escola.
A classe inteira debocha do aluno, que parecia que isso lhe doeu mais que o pisão do Vice Diretor. Onde estava a professora nessa hora ? Bullying por causa dos pés descalços do aluno.
Triste, muito triste.meninochinelo-1
Anúncios

Comentários desativados em ACONTECEU EM BRASÍLIA ASSIM COMO ACONTECE EM SÃO PAULO.

Arquivado em Uncategorized

Os comentários estão desativados.