NOSSA CULPA, NOSSA CULPA, NOSSA MÁXIMA CULPA, PELO FECHAMENTO DAS ESCOLAS ESTADUAIS DO ESTADO DE SÃO PAULO

10421146_10202307340627434_5228965624343328435_n

NOSSA CULPA, NOSSA CULPA, NOSSA MÁXIMA CULPA
As Escolas Públicas do Estado de São Paulo, vão fechar, aos montes….Professores que pararam três meses seguidos fazendo reivindicação absurda, e não perdeu nada do salário. Fazer greve assim é fácil. Voltam e cruzam os braços como protesto e agora juntam alunos e saem nas ruas de novo…
Se professor não ensina, a culpa é de todos…uns mais outros menos, mas todos temos culpa. Escolas fechadas é consequencia.
O menos culpado e o elo mais frágil dessa corrente é o aluno, mesmo assim ele tem culpa no fracasso da escola quando :
-Aceita que o professor persegue e expulsa seu colega de classe .Calado feito um carneirinho, com medo e assustado.Sem noção da força que tem feito gado em pasto.
_Aceita que professor passe lição de casa e trabalho aos montes, em matéria que não ensinou na sala de aula. Aceita que matéria não explicada caia nas provas…Lição de casa que deveria ser para fixar a matéria dada na sala de aula.
-Aceita arrogância e prepotência de professores, e ouve ofensas calado. Seu colega líder e rebelde não aceita e é expulso, você fica e não ganha nada com isso.
-Aceita que professores chamem Policia dentro da escola como se vocês, alunos fossem bandidos…
-Aceita aula vaga, onde você está sendo roubado do seu tempo e do imposto que paga…
Agora sai nas ruas junto com professores para protestar…O professor é o prestador de serviço, e aluno o consumidor, unir os dois é o mais forte usar o mais fraco …As mensagens subliminares pedindo aumento de salário em faixas que aluno exibe tolamente…
Aluno deformado em uma escola ditatorial, infame, venal…
Chegam bem perto da SÍNDROME DE ESTOCOLMO.
Anúncios

2 Comentários

Arquivado em Uncategorized

2 Respostas para “NOSSA CULPA, NOSSA CULPA, NOSSA MÁXIMA CULPA, PELO FECHAMENTO DAS ESCOLAS ESTADUAIS DO ESTADO DE SÃO PAULO

  1. Otto

    E tudo isso é consequência da maldita progressão continuada, ou melhor, aprovação automática. Toma governador e pedabobos, o filho é de vocês!