Arquivo do dia: 30/09/2015

NEM TUDO ESTÁ PERDIDO…

images (11)

NEM TUDO ESTÁ PERDIDO…

Recebi esclarecimentos nos comentários do meu blog explicando o seguinte : O Juiz da Vara de Infância de Campo Grande MS, não concorda com a atitude das escolas de punir alunos obrigando-os a lavar os banheiros quando eles brigam, ou cometem qualquer outro ato de indisciplina. Ele acha que isso é “chorar sobre leite derramado”, que antes de punir de modo a humilhar a criança ele é a favor de Justiça Restaurativa onde o diálogo com os alunos é farto e dá bons resultados…

A pessoa até explica que o autor é o Promotor Sergio Harfouch, da Vara da Infância e Juventude, mais Vereadores de Campo Grande em um Projeto chamado Pai e mãe.Escolas tem o respaldo dele mas o Juiz da Vara da Infancia e Juventude não concorda.

Enfim uma voz sensata nesse mar de lama que está mergulhada a Escola Pública não só no Campo Grande mas em todo o Brasil.

Numa escola onde a Avalição Nacional do Mec informa que 8 entre 10 alunos saem da escola sem saber ler e escrever direito,essa conduta é criminosa e com certeza não pode ter o Aval de um Juiz de Direito…nem da sociedade comprometida com a Cultura da Paz

Ao invés de ensinar a ler e escrever direito, obrigar por força de lei alunos pequenos a lavar banheiro de escola na hora que deveriam estar estudando, é de uma tão imponderada, que não podia mesmo contar com a anuência de um Juiz da Vara da Infância e Juventude…

Ainda porque muitos alunos podem aprender a fazer uma boa faxina e fornecerão mao de obra barata para os Vereadores de Campo Grande e, para muitas outras autoridades. O problema é que com uma escola assim tão canalha, a maioria dos alunos tratados assim com essa covardia, não permanecem na escola e se matriculam na Escola do Crime, onde sempre tem vaga.

Recebi esclarecimentos nos comentários do meu blog explicando o seguinte : O Juiz da Vara de Infância de Campo Grande MS, não concorda com a atitude das escolas de punir alunos obrigando-os a lavar os banheiros quando eles brigam, ou cometem qualquer outro ato de indisciplina. Ele acha que isso é “chorar sobre leite derramado”, que antes de punir de modo a humilhar a criança ele é a favor de Justiça Restaurativa onde o diálogo com os alunos é farto e dá bons resultados…

A pessoa até explica que o autor é o Promotor Sergio Harfouch, da Vara da Infância e Juventude, mais Vereadores de Campo Grande em um Projeto chamado Pai e mãe.Escolas tem o respaldo dele mas o Juiz da Vara da Infancia e Juventude não concorda.

Enfim uma voz sensata nesse mar de lama que está mergulhada a Escola Pública não só no Campo Grande mas em todo o Brasil.

Numa escola onde a Avalição Nacional do Mec informa que 8 entre 10 alunos saem da escola sem saber ler e escrever direito,essa conduta é criminosa e com certeza não pode ter o Aval de um Juiz de Direito…nem da sociedade comprometida com a Cultura da Paz

Ao invés de ensinar a ler e escrever direito, obrigar por força de lei alunos pequenos a lavar banheiro de escola na hora que deveriam estar estudando, é de uma tão imponderada, que não podia mesmo contar com a anuência de um Juiz da Vara da Infância e Juventude…

Ainda porque muitos alunos podem aprender a fazer uma boa faxina e fornecerão mao de obra barata para os Vereadores de Campo Grande e, para muitas outras autoridades. O problema é que com uma escola assim tão canalha, a maioria dos alunos tratados assim com essa covardia, não permanecem na escola e se matriculam na Escola do Crime, onde sempre tem vaga.

2 Comentários

Arquivado em Uncategorized