A FALTA DE LIMITES DOS PROFESSORES DE ESCOLA PÚBLICA DE SP.

see_shit

Professor bonitão e saradão agride aluno pequeno…Pode vir a ser promovido.

Que ensinar é uma tarefa dificil é…Que ser professor não basta, tem que ser educador, tem que ter talento.Talento só não basta, o que falta nos professores da Rede Pùblica de São Paulo são limites. Sendo seres humanos e tendo toda a Corporaçao e as autoridades para defende-lo o professor se torna um funcionário inimputável não importa o tamanho da violência que cometa contra um aluno. Não existe uma Instância onde se apure a violência que professor comete diariamente contra aluno…

A Globo mostra um professor de ótima aparência, de carro e bem vestido, os alunos dizem que ele é grandão e sarado. Esse professor com fama de agressivo foi filmado ofendendo um aluno aos gritos, chamando o aluno de lixo e outras ofensas desse teor..

Hoje a gente vê esse video e a ótima aparência do professor e a impunidade que é a tônica na Escola Pública ele pode vir a ser promovido. Hoje justamente hoje a gente comemora o dia da Impunidade na Escola Pública. Lembrando que na Escola Adelaide Ferraz de Oliveira, um professor de História acusado de espancar um aluno na escola pública e de outras violências piores, foi promovido quando denunciado. Ele era o queridinho da então Dirigente Regional da Leste 4 e também seria Cabo Eleitoral do PSDB, na época o candidato era o Serra.

Alguém tem dúvida que esse professor bonitão e sarado tem tudo para ser promovido, devidamente blindado ????

Assim vai a Escola Pública de São Paulo ladeira abaixo…

Anúncios

4 Comentários

Arquivado em Uncategorized

4 Respostas para “A FALTA DE LIMITES DOS PROFESSORES DE ESCOLA PÚBLICA DE SP.

  1. Inez

    Infelizmente fui atendida aos gritos por um professor de escola estadual daqui de São Bernardo. Estou ainda em choque, não consigo acreditar que ele é um professor. Em momento nenhum me dirige a ele com desrespeito ou falei mais alto e o que recebi foram muitos gritos. Vou a Diretoria de ensino mas não acredito que serei “ouvida”.É exatamente o que você escreve “a impunidade que é a tônica na Escola Pública “.

    • Cremilda Teixeira

      Claro que a Dirigente não vai lhe atender, faça a queixa por escrito e protocole.Se quiser me mandar o nome da escola e o caso eu divulgo, só não posso dar o nome do professor que dá processo. O nome da escola, a matéria que o professor leciona e o caso eu posso contar, na boa…Elas odeiam que se divulgue elas gostam de ser chamadas de santas e santos…O que os alunos não podem é aceitar os abusos…

  2. Cris

    O Governador Geraldo Alckmin, juntamente com sua Secretaria estão por traz desta cartilha em nossas escolas.Em São Bernardo do Campo o exemplo vem de cima, a dirigente faz cara de que não sabe, os diretores e professores adoram dizer “vou me reportar a diretoria de Ensino “já sabem que nada acontece e rabo preso pra todo o lado .
    Mas fazer o aluno de Demônio, isso eles sabem, não é mesmo Sr. Raquel Volpato???

    • Cremilda Teixeira

      Acontece que as Diretorias de Ensino são as advogadas de defesa das más professoras e das escolas que cometem crimes e violam a lei.