OS CRIMES COMETIDOS PELA E.E.João Ramalho em S.Bernardo a lei do Desacato.parte 3

k6289457A MALDITA LEI DO DESACADO AO FUNCIONÁRIO PÚBLICO.
No Brasil as leis só são aplicadas contra o mais fraco. Tem lei que pega e tem lei que não pega.
Já a lei 331 do Código Penal, que impede um cidadão comum de desacatar funcionário público é uma lei esdruxula, ditatorial usada muito mas muito mesmo pelas professoras e contra os pais.
Da minha parte eu NÃO acato abusos de funcionário público, nem abuso de Profissionais do Ensino. Diretora gritou e cometeu crime eu denuncio. A diferença entre mim e as mães vítimas de abuso é que eu não tenho filho na escola, então até que eu vá na Delegacia de Policia, no Forum em Brasilia ou em qualquer lugar para defender meus direitos de exercer a minha cidadania plenamente, que eu posso esperar os trâmites da lei, e exercer o meu “jus sperneandis” meu direito de espernear. Os pais não podem, que direção que age criminosamente como é este caso que estou relatando da E.E.Joaõ Ramalho de São Bernardo do Campo é capaz de qualquer abuso, qualquer arbitrariedade. Tendo seus filhos na Escola os pais por medo, evitam reagir.
Quando é um abuso como o que ocorreu na Escola João Ramalho envolvendo centenas de crianças enxotadas para a rua, num dia de chuva torrencial, onde perderam parte do material escolas, a mãe achou que tinha que filmar o abuso. Foi condenada ela e o marido.
A carta que recebí do Assessor do Governador, fala bem de como usam e abusam dessa lei, e se o pai não pode se defender, problema dele. Se o pai não imaginava a que ponto a mentira e a brutalidade da escola podem ser amparadas pelo Governo do Estado de São Paulo, problema dos pais.
Ainda que pese e muito a Defesa da Secretaria de Educação de São Paulo e agora o Governador, vou continuar Desacatando e incitando os pais a Desacatarem abuso e violência, que os pais sofrem nas mãos de direção como a da E.E.João Ramalho, amparadas pela impunidade. Só assim teremos uma escola pública de boa qualidade e a violência substituída por boas aulas e bons exemplos. A impunidade e essa lei estupida que amordaça os pais, junto com um Governo frouxo dá no que dá..

Anúncios

2 Comentários

Arquivado em Uncategorized

2 Respostas para “OS CRIMES COMETIDOS PELA E.E.João Ramalho em S.Bernardo a lei do Desacato.parte 3

  1. Catarina

    ABUSO DE PODER

    1) Espécie de abuso de função. Circunstância agravante quando o crime é cometido com abuso de poder. 2) Delito que consiste no fato de a autoridade pública ordenar arbitrariamente, ou executar, medida privativa da liberdade individual de alguém, sem a observância das formalidades legais.

    Sou educadora e lamento ler um artigo como este. Participei dos problemas desta escola porque tive filhos que lá estudaram, não me espanta saber que perdura o comportamento ditatorial desta direção que se acovarda perante câmeras de televisão, mas que na coxia continua com sua mentalidade tacanha e seu comportamento desprezível.
    Usar deste artifício para intimidar um pai que provavelmente tenha se
    irritado com alguma coisa que viu de errado, não existe diálogo, sequer um convite para que possamos problematizar as questões cotidianas.
    Será que poderemos processar a direção de uma escola quando ela
    não oferece sequer papel higiênico para nossas crianças? Claro que não, afinal, a culpa é do estado. Nossas crianças são tratadas como gado, são inúmeras as situações de desrespeito no ambiente escolar.
    Como pode a criatura exigir respeito se ela não se dá o mesmo!
    A minha pergunta é:
    Este pai sabe o que é ASSÉDIO MORAL? Por acaso esta direção já ouviu falar em ABUSO DE PODER????
    Fica a dica.

    Um abraço à todos

  2. ELISABETE CROS

    Estamos caminhando para um abismo social, tenho a mais pura certeza, nosso país é governado para poucos, nossos governantes não sabem nem mesmo de longe a realidade das escolas do estado,A história mostra que todo poder tem seu fim, mas as vidas comprometidas com a transformação desta história nunca poderão ser contadas, pois trata-se de crianças anônimas, órfãs, esquecidas, silenciadas, Não é uma questão mais de escolha, o aluno da escola do ESTADO DE SÃO PAULO não tem o poder de escolha, é o que tem e pronto!! … VAMOS RASGAR NOSSAS LEIS.
    É A ESCOLA SUJA E FEIA.
    É O PROFESSOR QUE ODEIA O QUE FAZ ,MAS EMPURRA COM A BARRIGA POIS PRECISA SE APOSENTAR
    DIRETORES DE ENSINO ACOMODADOS COM OS ANOS E ANOS DE CADEIRA, CONSEGUIU QUE A POPULAÇÃO SE ACOSTUMASSE
    COM O PÉSSIMO SERVIÇO QUE GERA PARA O CONTRIBUINTE.
    UMA CLASSE SOCIAL, QUE ACREDITA QUE O BRASIL SE DIVIDE EM QUEM PAGA ESCOLA PARTICULAR E QUEM NÃO PAGA, (REDE PUBLICA) SOMOS CIDADÃES DE SEGUNDA CLASSE.?
    INFELIZMENTE, EXISTE UM GOVERNO UMA SECRETARIA PARA GARANTIR BEM ESTÁ SEPARAÇÃO.
    O NOME DESTE ÓRGÃO, A VÉRTICE DE UM PAÍS “SECRETARIA DA EDUCAÇÃO DO ESTADO DE SÃO PAULO”DIRIGIDA COM MÃOS DE FERRO PARA GARANTIR MAIS E MAIS IGNORANTES E COVARDES FUNCIONAIS!!!

    DUVIDO QUE A POSTURA DE ALGUNS PROFESSORES, DIRETORES COORDENADORES PERANTE A EDUCAÇÃO SERIA A MESMA NA REDE PARTICULAR DE ENSINO. (TODOS NOS SABEMOS QUE NÃO É A MESMO) ENTÃO SOMOS MESMO CIDADÃES DE SEGUNDA CLASSE.

    SÃO BERNARDO DO CAMPO