AOS POUCOS PARECE QUE A NÉVOA VAI SAINDO DOS OLHOS DO POVO

escola ruimIMPRESSIONANTE AS MENSAGENS QUE RECEBO…
Podemos falar com os (as) senhores (as) um pouco sobre incompetência, claro, vamos antes pedir desculpas pra quem criou esse termo ou é praticante, pois chamar dirigentes, supervisoras(es),diretoras(es),coordenadoras (es) e mediadoras(es) do quadro de servidoras(es) da educação pública de incompetentes é uma ofensa grave aos incompetentes. Falando da mesma região, ou seja, Diretoria de Ensino de Ribeirão Preto, veja bem; na EE Profª Djanira Velho temos uma diretora “desequilibrada” que somada a sua incompetência pune alunos(as) que tem transtorno de déficit de atenção e hiperatividade (TDAH) do Fundamental I, ou seja, não são bandidos como em outras escolas e com pequenas probabilidades de virem a se tornarem vagabundos de altíssima periculosidade e ela os pune os deixando por semanas de castigo sentados na frente da secretaria, dás 13h00minh até ás 18h20minh, sem que entrem pra dentro de sala com privação de refeição e até água; e pra irem ao banheiro escutam absurdos da louca a frentede uma direção de escola. Imagina se ela pega um disléxico? Acreditamos que ela o mataria a sangue frio! É por isso que vira e mexe a EE Profª Djanira Velho fica cheia de Policiais do serviço reservado da polícia militar (P2), devem estar investigando os disléxicos e os TDAH, será? Aliás, um dos melhores músicos que conhecemos e que toca muito bem dois instrumentos musicais, fundou duas bandas de rock em Itatiba SP, é disléxico e foi perseguido pelas ignorantes da educação, só que hoje temos um guri que deu a volta na ignorância dos gestores da educação e é exemplo pros demais, inclusive é o braço direito do pai na oficina da família. O que essas “mocréias fazem na educação? É pra sabotar? Deve ser isso! ”
Aproveitando a ocasião temos um caso antigo que nos foi enviado meados de 2013, só que recebemos tanta denuncia que damos prioridade pras mais graves, essa também é de Ribeirão Preto assinada pelo gênio da física Profº Fernando e que na época nos pareceu algo pessoal e isolado e que não fazia sentido, só que outra PEB no mesmo ano nos enviou outro comunicado que a educação corre um sério risco, mais ainda, se deixar duas cidadãs como diretora (Rosimeire Rosa Diniz Arantes) e coordenadora pedagógica (Tânia Cristina Maggioni Pippa) na EE Dr. Francisco da Cunha Junqueira, ela foi sucinta em escrever por extenso o nome das duas “incompetentes” e deu até o exemplo do *SESI que demite até por não seguir o cronograma e somente “sabotadoras” da educação permanecem livre, leves e soltas pra estressar e destruir a carreira de bons educadores. Só que no Estado é diferente demitem os temporários que reclamam e causam exonerações aos efetivos que não aceitam as condições impostas pelas mesmas. Mas é o que dizemos esses “entulhos” da didática sobrevivem em escolas públicas com cargos majoritários, o ensino é péssimo e há inúmeras pessoas pra ajudar a afundar de vez. Bom, mesmo assim não demos muita importância, porém no começo do ano um supervisor da D.E. de Ribeirão nos enviou que um professor havia pedido exoneração em atitudes suspeitas, fizemos um breve levantamento e descobrimos que não era tão grave a referida suspeita do supervisor, porém, descobrimos que houve um fator determinante por parte das duas “mocréias” que o motivou a sair/exonerar, ou seja, ele Rafael Petta Daud foi aprovado no concurso da PMRP como efetivo e quis conciliar o Estado c/ o Município, uma das formas do PEB ser bem remunerado, todavia, as duas “mocréias” (Rosimeire e Tânia) não quis ceder alguns horários. Aí resolvemos investigar e deu no que deu, ambas favorecem quem elas querem com mudanças nos horários sem aviso prévio, ou seja, o PEB é pego de surpresa, como foi o caso do gênio Profº Fernando que se irritou e muito com a ditadura e incompetência tanto da Rosimeire como da Tânia, aulas que devem seguir um critério de classificação de atribuição, elas dão as aulas pra quem elas “gostam”, os demais independente de serem bem colocados ou não perdem, ou seja, classificação só se for pra ver quem elas colocam dos que elas mais gostam. Dar aulas é difícil hoje em dia, mas é mais perturbador quando temos que enfrentar algo mais terrível que certos alunos(as) no caso a incompetência, ignorância e ditadura de algumas(es) gestoras(es).
Algo que somos totalmente contra é os campeonatos pra dar lazer a quem tanto nos agride e com certeza muito já são bandidos(as) profissionais. Além dos chamados intercalasses há o interescolar apenas pra saciar péssimos alunos(as) e os deixarem se sentindo “donos(as) da escola”. Não são bons alunos(as) que vão pros campeonatos, não queremos dizer que muitos que vão não mereçam, há excelentes alunos(as) que são super comportados(as), mas reflitam o que está acontecendo no interescolar: estão indo pra brigar, não respeitam os árbitros, roubam tudo que veem pela frente e celulares é o mais procurado, nos veículos que fazem o translado, vem com a cara para fora jogando comida nas pessoas da rua, pois ganham um saco com varias guloseimas, vem xingando todo mundo de palavras de baixo calão que tem gente que pega outro veículo e segue a condução escolar pra reclamar, cospem, vandalizam o veículo rasgando os bancos e os tapetes de borrachas enfim pra que deixar esses “animais” irem para torneios? Adeus Nobel!
Finalizando; recebemos denuncias de que as atribuições que não estão sendo colocadas na internet e não são todas Diretoria de Ensino, há D.E. que criaram blog e até site pra publicar aulas e classes que vão pra atribuição, enfim pra toda denuncia tem que haver uma causa e pelo menos um fundo de verdade, resolvemos ir em algumas atribuições e demos vários flagrantes de PEB do grupo dos favorecidos recebendo via WhatsApp e Mensagem de texto das aulas que foram pra atribuição, ou seja, os(as) mesmos(as) recebem o que outros não ficam nem sabendo e como descobrimos, ficamos em pé olhando a sala e quando víamos aqueles(as) que tem compulsão por telefonia móvel, ao contrario do Estado o SESI o(a) demitiria por isso, resolvemos perguntar qual seria a próxima atribuição e na hora consultaram o telefone móvel e nos mostraram qual seriam as aulas, só não sabemos qual termo seria mais conveniente; favorecimento pessoal ou protecionismo.
Não estamos aqui somente pra atacar quem merece, mas pra elogiar quem merece. Por exemplo, temos escolas que a direção, coordenação e mediação são firmes e operantes, ou seja, aluno que não fez os exercícios em sala durante o recreio fica na sala da coordenação ou na sala dos PEB fazendo, alunos que tem ocorrência não participam das aulas de Educação Física em quadra somente em sala, os que não fazem lição de casa, na próxima aula só entram depois de vir acompanhada de pai, mãe ou responsável, ou seja, vale pra alunos(as) que não são criados nem por um nem pelo outro ou por ambos, campeonatos só pra quem merece (boas notas e bom comportamento), em suma, nem parece que é escola pública.
*Citamos o modelo do SESI, porém, em hipótese alguma apoiamos candidato algum, principalmente o senhor Paulo Skaf, inclusive nosso repúdio vai a ele por ficar citando SESI e SENAI como exemplos de feitos por parte da gestão dele. Políticos brasileiros teriam que ser colocados todos numa espaçonave e enviados rumo ao sol e pra substituí-los, traríamos os políticos da Suécia ou Dinamarca, eleitos os menos corruptos do mundo, se é que há corrupção.

MUITO BOM, LEIAM E REPASSEM!

———- Mensagem encaminhada ———-
De: Educar Pra Manter os Aldeões Sempre Obedientes
Data: 26 de julho de 2014 01:28
Assunto: POLÍTICOS: “MONTES DE MERDA” CAROS!
Para:

Anúncios

Comentários desativados em AOS POUCOS PARECE QUE A NÉVOA VAI SAINDO DOS OLHOS DO POVO

Arquivado em Uncategorized

Os comentários estão desativados.