A GRANDE FARRA DAS ESCOLAS DE SÃO PAULO

 A GRANDE FARRA DA ESCOLA PÚBLICA DE SÃO PAULO.

 

Este ano quase não teve aula nas escolas da Região Centro Oeste de São Paulo, região que fica praticamente debaixo do nariz do Governador. Imagina nas regiões mais afastadas. A farra é completa e geral.

Este ano na Região da Diretoria Centroeste, saiu até nos jornais de grande circulação como o Jornal Agora por exemplo as escolas fecham quando falta água. Todo Outono falta água, mas só agora é mais um motivo para na ter aula. Esta semana de feriado prolongado, não teve aula a semana inteira.  Muitas semanas todas sem aula por causa de “REUNIÕES”  Reunião Pedagógica, Reunião de Pais e Mestres, Reunião só de Mestres são as mais comuns, mas tem um monte de nomes novos em  bom “professores” para justificar as semanas sem aula, entre eles a semana parada para Planejamento. Começam as aulas e depois param uma semana para planejar, planejar como vão fazer para parar mais, deve ser isso. Conseguiram, que param por tudo.

Terão férias do meio do ano dividida em duas e não tenho nenhuma dúvida que vão emendar uma na outra triplicando as férias com nomes pomposos.

Vamos parar por causa da Copa do Mundo.

Na Região mais pobre do Estado, onde mais se carece de escola, que é a região de Parelheiros, vem a noticia que a Escola Estadual Regina Miranda ficou dois meses seguidos com duas horas apenas de aula em cada período.  De manhã era das nove as onze e as crianças saíram sem merenda. Manuel Tertuliano da Silva, grande batalhador pela escola pública da região, conta que fez a denúncia na Ouvidoria Geral do Estado e até a semana passada, começo de abril não tinha obtido resposta. Ele nem faz mais denúncia para a Ouvidoria da Secretaria Estadual de Educação, sabe com absoluta certeza que é perda de tempo, e é.

Então vamos que vamos. Quando a gente pensa que a Escola Pública do Estado de São  Paulo não tem mais onde piorar, vemos ela piorar.  Vai devagar mais sempre para baixo e para o ralo do esgoto.

O trouxa do contribuinte pagando O povo que adora futebol vai ter copa… Vem o circo, mas o pão mesmo que é a escola o pão do conhecimento e da instrução não vem, junto não termos o pão do corpo também, por falar em pão do corpo: o Manuel Tertuliano questiona a falta de merenda das escolas da região do Marcilac exatamete por ser a região mais carente do estado.

Anúncios

Comentários desativados em A GRANDE FARRA DAS ESCOLAS DE SÃO PAULO

Arquivado em Uncategorized

Os comentários estão desativados.