A GRANDE MENTIRA ( ACORDA BRASIL)

66595_276033049194123_1613076292_n
Circula hoje pelo Facebook, esse hollerith que induz ao erro. Pensar que o professor, “coitadinho” ganha menos de $900,00 reais por mes. Não tem nome mas o demonstrativo explica bem. Quem está desavidado entra logo na onda. Quem é professor e sabe, até repassa o post para dar uma de coitadinho.
Mentira
Esse é apenas uma parte do pagamento do professor temporário que não entrou em tempo na folha de pagamento. Acontece muito isso. Professor temporário não sabe quantas aulas vai dar, e muitas vêzes essas aulas entram depois e ele recebe o adicional depois.
Lutar por melhores salários é um direito de todo trabalhador. Quanto mais se ganha mais se quer ganhar, uma coisa natural num regime democrático e capitalista.
O que não se pode é mentir para garantir que o professor justifique a sua péssima aula por conta do péssimo salário.
Que professor é uma profissao das mais importantes, é.
Tanto que numa pesquisa séria, apresentada pelo Suplente do Senador Suplicy, o prof. Carlos Ramiro, mostrou que o professor é a profissão mais volorizada, só perde para o Corpo de Bombeiros.
O maior problema é que o professor é um ser humano e erra. Como ser humano não está num grau de evolução que lhe permita trabalhar sem nenhuma fiscalização
Os Educadores, não se preocupam com fiscalização e nem se ofendem com isso.
Já os maus professores usam de expedientes que me dão náuseas.
Mentem e se fazem de santinhos, coitadinhos para a midia e o povo ignorante. Nas salas de aula e nos gabinetes das direções mostram sua verdeira face.
A farsa desmascarada aquí;
Acorda Brasil essa é uma mentira.
Não é mentindo que vamos melhorar a qualidade do ensino e nem o professor ser mais respeitado.
Se continuar assim, vai é ganhar o Troféu Pinóquio

Anúncios

1 comentário

Arquivado em Uncategorized

Uma resposta para “A GRANDE MENTIRA ( ACORDA BRASIL)

  1. ana lucia

    a escola vargem grande II serviu suco vencido e alunos foram parar no hospital quase 100 alunos o corpo de bombeiro fez transporte