ALUNO DE ESCOLA PÚBLICA EM SÃO PAULO É APENAS UMA PEÇA DA MOBILIA.

Os casos de violação de direito de aluno em escolas públicas são sempre os mesmos. Isso mostra que sem punição os erros e os abusos continuam acontecendo por um motivo simples. ESCOLA PÚBLICA PODE TUDO, SE FOR CONTRA ALUNO !

Não são casos isolados, são os mesmos.

A queixa dessas mães no cado da EMEF ARTHUR WITAKER, no Butantã é apenas um dos milhares que a gente conhece e denuncia apenas para desencargo de consciêcia, mas nunca é um ato de abuso isolado da diretora da escola. Toda a rede colabora e aceita que aluno é apenas uma peça da mobília da escola. Aluno de escola pública tanto estadual como municipal em São Paulo e no Brasil é um número para justificar a verba que o governo manda.

A direção ajeita os alunos, as classes e as séries de acordo com a conveniência das professoras efetivas e donas da escola. Classes mudam de horário sem que as mães tenham sua opinião valendo. Assim acabaram com o turno intermediário das 11 as 15 e a imprensa logo apelidou para justificar de “turno da fome”. Acabam com turnos inteiros e fazem a transferência sem pensar nos alunos, que nessa corrente é o elo mais fraco e o menos importante, numa inversão de valores total.

Não é só na Escola Municipal, na Estadual também é assim. Lembro de um caso de uma escola onde alunos de 13 e 14 anos foram transferidos para o horário noturno, e não houve volta, as mães reclamaram, só uma foi até o fim e consegui o favor, o milagre e a esmola de uma vaga para seu filho em outra escola. O resto se conformou. 

As mães não estão acostumadas a reivindicar seus direitos. 

Pode ser que essa meia dúzia inconformada, tenha seus filhos transferidos da Emef Arthur Witaker para a Theodomiro Dias, mas com certeza já vão chegar com o “curriculo” já tarjados de filhos de mãe encrenqueiras e os seus filhos pagarão as penas do inferno em perseguições crueis de toda ordem. Se reclamarem justificarão a fama.

Então o caso dessa escola, pode ser que mude alguma coisa, que Graças a Deus o Secretário Municipal de Educação um dos piores que já vimos, já saiu. Era candidato a Vice do Serra, agora é com o Haddad e do PT. Quem sabe…

A esperança é baseada que pior que o Alexandre S. não pode haver outro. Um dos piores Secretário de Educação que a cidade de São Paulo já teve. Como os melhores secretários de educação da cidade de São Paulo eram do PT na gestão Erundina, vamos esperar com fé.

Lembro que os Secretários da Erundina foram Paulo Freire e Mario Sérgio Cortela, o Cortela na minha opinião a reserva moral da educação em São Paulo.

Nada de politica partidária, que escola pública deveria ser interesse de todos, os politicos e os cargos vão e a escola fica, mas esperança é mesmo a última que morre. Torço para quanto melhor a administração, melhor para o povo.

Anúncios

5 Comentários

Arquivado em Uncategorized

5 Respostas para “ALUNO DE ESCOLA PÚBLICA EM SÃO PAULO É APENAS UMA PEÇA DA MOBILIA.

  1. VERA LUCIA DA ROCHA CAMPOS

    EU SOU TAMBÉM UMA DAS MÃES QUE ESTA REVINDICANDO QUE NÃO MUDE O HORÁRIO DA ESCOLA ARTHUR WITAKER NA VILA SONIA , A RESPOSTA QUE ESTA DIRETORA ME DEU, FOI QUE EU FOSSE COM MEU FILHO PARA OUTRA ESCOLA QUEM ELA PENSA QUE É ,POIS PRA MIM ELA SÓ É UMA COLABORADORA ENTRE A ESCOLA E A COMUNIDADE, Ñ A “DONA” DA ESCOLA SÓ ISSO

    • Cremilda Teixeira

      Sim, Vera.
      Vocês tem toda razão. Não se consegue nada sem luta e sem coragem.
      Essa carta tem que ser protocolada em instâncias superiores, estou esperando que me mandem as cópias por email para divulgar no blog e depois eu dou o endereço de onde vocês podem protocolizar, agora mudando de prefeito a gente espera que o próximo secretário seja melhor do que o anterior.Pior do que era o Secretário do Kassab, acho meio difícil.

  2. Esse que depois chamaram de “turno da fome” iniciou na gestão Mário Sérgio Cortella. Me lembro bem disso porque eu tinha meus filhos na escola municipal e os pais foram chamados pela diretora para discutir esse assunto. A rede estava inchando, pois todos queriam estudar na escola municipal, QUE ERA EXCELENTE!!! Com 3 filhos nessa escola em séries diferentes realmente atestei que o ensino era excelente. Em vista da satisfação de todos os pais, não tivemos qualquer dúvida em apoiar a medida, pois entendíamos que era importante dar oportunidade para outros alunos, inclusive porque a rede estadual, na época, passou por greves horrorosas. No ano seguinte iniciou o turno das 11:00 e tudo correu bem, pois quando existe vontade política e competência tudo se ajeita. Inclusive, naquela época, a “merenda” era uma refeição completa, eu lembro que os alunos adultos do período noturno (tinha também supletivo, funcionando muito bem!) chegavam do trabalho e JANTAVAM. Se eles chegassem atrasados havia tolerância, pois eram respeitados enquanto trabalhadores. Depois entrou o Maluf e pôs tudo a perder! O termo “turno da fome” veio a calhar, pois a merenda era 3 bolachinhas e café com leite. O Pitta conseguiu piorar um pouco mais a rede e a Marta foi uma decepção, comparando com a gestão Erundina. Por isso estou com “as barbas de molho”: não é o PT que vai salvar a pátria, temos que conhecer logo o novo secretário, checar a competência e a vontade política.

  3. otacilio josé vieira

    cairam alguns dirigentes regionais

    sul 1, sul 2

    precisamos saber se caiu sul 3 tb