A QUEIXA DA PROFESSORA FERNANDA.

Concordo! Sou professora da rede pública estadual, claro que reclamo das condições em que trabalhamos, mas há sim um protecionismo absurdo dentro de cada escola. Diretores agem como deuses, mandam e desmandam e não estão nem aí para leis. O que acaba se tornando um problema mais amplo, pois os demais funcionários acabam seguindo o péssimo exemplo do gestor. Onde trabalho mesmo, a diretora é uma reacionária que não respeita os direitos dos alunos, pais e mesmo funcionários. Vive inventando leis que só ela conhece e ameaça todos com ações que só ela sabe de onde tirou. Enfim, cuida da escola como se estivesse cuidando de sua própria casa, com suas regras. E de fato, não há muito como denunciá-la. Pois a Diretoria de ensino lhe dá amplo direito de defesa (que dentro do âmbito público não é na teoria tão amplo), a ouvidoria simplesmente não toma qualquer atitude e mesmo a justiça parece não ter qualquer poder nessa área (a mesma já foi processada por uma mãe). Então fica a pergunta “quem pode com esse tipo de coisa?”.

Anúncios

2 Comentários

Arquivado em Uncategorized

2 Respostas para “A QUEIXA DA PROFESSORA FERNANDA.

  1. jose ozorino de almeida

    cremilda
    esta mãe esta desesperada pois sua filha está sem escola e a escola Ronaldo Garibaldi Peretti da sul 2 alem de não dar a vaga par sua filha ainda maltratou a mae
    a mãe chama-se Ana Lucia Trindade fone 58259047 ajuda ela por favor

    ainda hoje ficamos sabendo que uma professora agrediu uma aluna na EE Republica do Panamá a mae foi ate a diretoria sul 2 mais acho que vão abafar o caso

  2. MARA

    sem contar com o roubo na merenda escolar diretor, coordenador,a corja, leva de caixa para casa nõo fazem compra no mercado ,ainda saem cantando pra nooooosssssa alegria……………….