MÃE DE ALUNO RECLAMA DA ANA MARIA BRAGA, DA TV GLOBO.

Ana Maria Braga,

Bom Dia,

Francamente, gosto de vc como apresentadora. Mas quando fala de aluno, principalmente de escola pública, vc realmente parece que adota em seu perfil VIOLÊNCIA. EH MUITO CARA DE PAU.

Quando diz que seria a favor das medidas tomadas por Promotores de Justiça de Mato Grosso e outros estados, e que as medidas punitivas são necessárias… Ora, sujou?lavou… quebrou? consertou… enfim, fazer serviços inclusive dentro da escola.
Isto deve ser uma medida muito pedagógica… Não, Ana Maria Braga?

A psicológa, então, entrevistada por vc, diz que a educação mudou…e os pais são amiguinhos de seus filhos; e não exercem sua autoridade; e têm medo de ser amados e dizer não ao filho. Então devemos ser Inimigos? época da Palmatória seria ideal, não? Quem sabe uma surra por dia? Parece até que os pais que mudaram a educação…. O Nosso Governo e Governantes… o que fizeram e o que fazem?? Absolutamente nada… Investem em Cursos, Computadores e milhões para aperfeiçoar e oferecer aos professores treinamentos. Mas e com os Alunos? O que fazem? NADA. Aulas Vagas… Muitos professores mal formados… e muitos não respeitam Pais e Alunos. Alguém já viu a TV Globo, TV Record e outra emissora dizer dos Investimentos para o Aluno???
Onde estaria a mobilização para melhoria da educação??? Como cobrar somente dos pais??? Não seriam todos responsáveis???

Falou o tempo todo mal do aluno… e por uma única vez mencionou a omissão da diretora que teria dito ser advogada para amendontrar mãe de aluno.
Sabe, psicóloga, porque os Conselhos Tutelares fecham? Não seria porque ninguém procura não…. O Conselho tutelar não funciona ou funcionam como as escolas publicas…. Escola pública vive fechando…. porque não funciona… não seria porque ninguem procura… é que quando procuramos o Conselho não funciona.

Ana Maria ainda fala de pais de aluno que batem em alunos que bateram em seus filhos… Não se lembrou de professores que também são violentos com alunos?

Não seria bom lembrar que hoje a violência é geral? Que tantos os alunos como os professores, que deveriam dar exemplo, também estariam fora de seu limite?

Por que culpar somente os pais?

Lamentável, Ana Maria Braga, a sua defesa. Defender que Alunos que cometem infrações devem pagar com serviços comunitários, em frente de coleguinhas, na escola, seria como você, Ana Maria Braga, ao errar na TV Globo, deveria ser punida lavando os banheiros, tirando os lixos…. como ficaria diante de seus colegas??? DITADURA???
Pois é. Os alunos não devem ser submetidos a medidas contrangedoras, pois assim ferimos a Constituição e ECA – Estatuto da Criança e Adolescente…. e defendendo isto, Sra. Ana Maria Braga, Promotores e Piscologa, a gente irá caminhar para o fim do mundo….. não iremos respeitar as leis… Devemos respeito às leis e devemos coibir a violência com inteligéncia… Devemos ser coerentes e adotar medidas PSICOLOGICAS e inteligentes…

DE NOVO, A TV GLOBO COLOCA AO AR MATÉRIAS QUE DENIGREM ALUNOS E CRIANÇAS, CULPANDO PAIS E “METENDO O PAU” EM ALUNO, POIS ´EH MUITO FACIL ATIRAR PAU EM CACHORRO MORTO”… RESONSABILIDADE DA SOCIEDADE E DO GOVERNO? ISTO NINGUEM FALA….. QUANDO A PSICOLOGA PERGUNTA ONDE ESTARIAM OS PAIS??? RESPONDO: NO MINIMO TRABALHANDO PARA COLOCAR DINHEIRO EM CASA…

A GLOBO EH CONTRA ALUNO… ISTO A GENTE JAH SABIA… E VC, ANA MARIA BRAGA, JAH PROVOU QUE PARECE TER ÓDIO DE ALUNO DE ESCOLA PUBLICA, SENDO A FAVOR TAMBEM, INCLUSIVE, POIS PARECE SER A FAVOR DE QUE A CRIANÇA APANHE…. ALIAS, OS PAIS DEVEM BATER, NÃO é??? Filho agora virou saco de pancada??? Isto educa, Ana Maria Braga???

JAH PEDIDOS UM HORARIO PARA FALAR SOBRE O ASSUNTO E VC NEM RESPONDEU…. PORQUE???

TEMOS QUE DEBATER COMO VC CONCEDE ESPAÇO PARA FALAR MAL DE ALUNO DEVERIA ABRIR ESPAÇO PARA A DEFESA… SEJA DEMOCRÁTICA…

Vilma Rodrigues

About these ads

1 Comentário

Arquivado em Alunofobia, Impunidade, TV Globo

Uma resposta para “MÃE DE ALUNO RECLAMA DA ANA MARIA BRAGA, DA TV GLOBO.

  1. Resposta às mães de alunos das escolas públicas.

    Vilma,
    É perda de tempo apelar para o suposto espírito democrático da TV Globo e da apresentadora Ana Maria Braga, pois ambos foram criados na ditadura militar. Aliás, a apresentadora teve como “padrinho” o então governador biônico Paulo Maluf, eleito indiretamente governador em 1979 durante o regime da ditadura militar. Ana Maria Braga foi assessora de imprensa da esposa do Maluf no início dos anos 80. Essa “gratidão” da Ana Maria Braga ao “filhote da ditadura” (palavras de Leonel Brizola) ficou pública e notória em 21/06/2008:
    “O deputado Paulo Maluf (PP-SP) ratificou ao lado da apresentadora Ana Maria Braga sua candidatura à Prefeitura de São Paulo, na convenção do partido realizada hoje, na Câmara Municipal. (…)A apresentadora Ana Maria Braga permaneceu durante toda a convenção ao lado de Maluf e de seu marido, Marcelo Frisoni, pré-candidato a vereador pelo PP. Ana Maria, que já foi assessora de imprensa de Silvia Maluf, no começo dos anos 80, também discursou. “Quando eu digo ”acorda menina” (bordão do seu programa de TV), eu estou dizendo para que vocês acordem para seus direitos”, afirmou. Ela, que se declara apolítica, disse ainda que tem muito a agradecer ao “doutor Paulo” e saudou o marido pelo esforço político”. (“Maluf ratifica candidatura ao lado de Ana Maria Braga”, Agência Estado, 21/06/2008).

    No caso específico do programa criticado (Mais Você, TV Globo de 09/04/2012), a apresentadora Ana Maria Braga mostra alunas adolescentes da escola pública Madre Tereza de Calcutá (sic) submetendo-se a uma sessão de tapas na cara como “ritual de passagem” para ingresso em uma turma denominada “família”… A apresentadora qualifica isto como “tortura”… veja o vídeo do programa aqui.

    Em primeiro lugar, a TV Globo e a apresentadora Ana Maria Braga deveriam parar de banalizar o termo “tortura”, pois “o termo “tortura” designa qualquer ato pelo qual uma violenta dor ou sofrimento, físico ou mental, é infligido intencionalmente a uma pessoa, com o fim de se obter dela ou de uma terceira pessoa informações ou confissão; de puní-la por um ato que ela ou uma terceira pessoa tenha cometido ou seja suspeita de ter cometido; de intimidar ou coagir ela ou uma terceira pessoa; ou por qualquer razão baseada em discriminação de qualquer espécie, quando tal dor ou sofrimento é imposto por um funcionário público ou por outra pessoa atuando no exercício de funções públicas, ou ainda por instigação dele ou com o seu consentimento ou aquiescência”. (Convenção contra a tortura e outro tratamentos ou penas cruéis, desumanos ou degradantes, ONU- 10/12/1984, ratificada pelo Brasil em 28.09.1989).
    As adolescentes não são funcionários públicos e nem tinham qualquer poder de Estado para investigar nem punir as outras adolescentes estapeadas. O caso, embora grave, não se caracteriza como “tortura”… talvez seja caso de sadismo e masoquismo, mas isto é tema para psiquiatras…
    Tortura, Ana Maria Braga, é o que acontecia durante a gestão do seu padrinho “doutor Paulo” quando era prefeito biônico da Cidade de São Paulo (1969-1971), auge da repressão política, das torturas, das mortes e desaparecimentos; ou governador biônico de SP (1979-1982), quando a “Rota na Rua” e a polícia militar do “doutor Paulo” intimidavam os trabalhadores e prendiam os líderes sindicais, inclusive uma tal de Luis Inácio da Silva… curiosamente, a polícia militar do “doutor Paulo” nunca prendeu nenhum dos terroristas que colocavam fogo nas bancas de jornais que vendiam jornais com ideologia política de esquerda…

    Em segundo lugar, não nos causam surpresas as campanhas da TV Globo e da apresentadora Ana Maria Braga contar os alunos das escolas públicas ao mesmo tempo em que santificam as professorinhas e as direções escolares. Os alunos de escola pública são de famílias de trabalhadores, enquanto que as professorinhas e as direções escolares cumprem o seu papel de “capitão-de-mato”, oprimindo as crianças e seus pais, impedindo qualquer questionamento crítico que coloque em xeque a posição da mais perversa elite branca, racista e ignorante que desgoverna o Brasil desde o descobrimento. Não é surpresa que na telinha global não seja cobra a responsabilidade das professorinhas e nem das direções escolares nos caso de bullying (intimidações entre alunos)… Por que não dizem onde é que estavam os professores e a direção escolar durante os atos continuados de violências entre alunos??? A verdade é que muitas direções escolares foram formadas no regime da ditadura militar e não estão nem um pouco preocupadas com o desenvolvimento pessoal das nossas crianças brasileiras… A escola pública brasileira é um dos últimos refúgios das viúvas da ditadura militar.

    Em terceiro lugar, a apresentadora Ana Maria Braga já demonstrou toda a sua ignorância educacional a o fazer a propaganda de um livro que ensinava as mães a torturarem seus filhos sob a alegação de que isso melhoraria o aprendizado deles na escola. Esse programa rendeu à apresentadora global o prêmio IgNóbil de Educação 2011. Veja o vídeo aqui
    Por último, mas não menos importante, destacamos que é pura perda de tempo analisar as opiniões da psiquiatra de plantão da TV Globo, pois ela já disse que é capaz de identificar uma criança psicopata a partir dos 8 meses de idade (veja o vídeo aqui). Nesse contexto de psiquiatria-fundamentalista, qualquer opinião contrária bem fundamentada poderá causar náuseas e até mesmo depressão profunda na doutora-psiquiatra… melhor indicá-la para o Prêmio Nobel de Medicina assim que ele publicar os seus estudos (livro de auto-ajuda não é suficiente. Vale destacar que já temos precedente de um seu colega premiado: o psiquiatra português António Egas Moniz, foi agraciado com tal honraria em 1949 por ter inventado a lobotomia em 1936. Essa técnica (cortar as vias que ligam o lobo cerebral ao tálamo) era usada para acalmar pessoas com surto psicótico. Será que a doutora-psiquiatra defende esta técnica para os psicopatinhas que ela diz ser capaz de identificar já a partir dos 8 meses de idade?
    Notas e informações:
    1) Madre Teresa de Calcutá, uma fundamentalista religiosa da Igreja católica, dizia que a AIDS era o castigo de Deus por um comportamento sexual inadequado. (Nosso comentário: será que são pecadoras as milhões de crianças que pegaram aids após terem sido violentadas sexualmente por adultos ignorantes e sádicos?)
    2) Será que não existia violência das escolas contra alunos nos idos tempos de escola interna da Ana Maria Braga? (Nosso comentário: em todo o mundo a Igreja Católica está pedindo perdão e pagando indenizações milionárias por abusos praticados contra crianças em seus colégios internos. Menos no Brasil, onde as professorinhas são santas e os alunos são capetas, segundo a imprensa hipócrita e pedófoba).
    3) A TV Globo é ligeira em divulgar casos de violências envolvendo alunos de escola pública, mas não tem a mesma ligeireza quanto se trata de escola particular e alunos de famílias ricas. Vide exemplo de Florianópolis-SC, onde um adolescente foi acusado de dopar a colega no apartamento da mãe dele e estuprar a menina. Detalhe curioso: o acusado é filho de um diretor da TV Globo e estava em companhia de um filho de um delegado de polícia. A TV Globo não divulgou o caso e nem o nome da escola, alegando respeitaar o Estatuto da Criança e do Adolescente…
    4) emes:
    continua…
    São Paulo, 10 de abril de 2012.
    Mauro Alves da Silva
    Movimento Comunidade de Olho na Escola Pública.
    http://movimentocoep.ning.com/