EX-COORDENADOR GERAL DA COGSP, JOSÉ BENEDITO DE OLIVEIRA MOSTRA COMO SE FAZ.

A E.E.Aroldo de Azevedo não vai mais cobrar uniforme, de acordo com um resposta simples de poucas linhas.
A garantia vem do ex-coordenador da Cogesp, que sempre atendeu e coibiu os abusos por nós denunciados,José Benedito de Oliveira.
Tenho recebido cartas timbradas com um português irretocável e muito elegantes do Palácio do Governo de São Paulo.Parece que é só perfumaria, uma vez que denúncias são enviadas para a SEE e se não cair na mão do José Benedito, cai no esquecimento ou vem com um retorno que é um verdadeiro deboche.
Vamos continuar mandando para o Palácio do Governo, mas torcendo para que o Governador veja na conduta de um funcionário probo e capaz como o José Benedito um exemplo bastante positivo.
Ele resolve no varejo, os casos que chegam até ele .São violências no atacado.
A Giulia do Educaforum sempre dizia que os pais e alunos ficariam órfãos sem o José Benedito.
Não é um super homem, nem faz milagre, nem tem a intenção de fritar professores e diretores, apenas quer fazer o certo.
As injustiças a desordem e a corrupção da SEE de São Paulo, saltam as vistas. Temos a impressão que não tem mais jeito, só dar oportunidade e poder para quem sabe exercer.
Garanto que esse funcionário conseguiria arregimentar um monte igual a ele para serem seus assessores e a escola e o Estado de São Paulo iam levar vantagem, na esteira o prestígio do governador.
Bora lá, Governador, vamos olhar isso com carinho ?
Imagina uma Via Rápida, com funcionários comprometidos com a educação ? Uma Via Rápida para punir os responsáveis, sem lhes tirar o amplo direito de defesa, mas rápido, que justiça que tarda é justiça que tarda, principalmente em relação a criança e adolescente.
O pessoal ou se e botava as barbas de molho.
Todos ganhariam com isso.
Simples assim.

Anúncios

1 comentário

Arquivado em Uncategorized

Uma resposta para “EX-COORDENADOR GERAL DA COGSP, JOSÉ BENEDITO DE OLIVEIRA MOSTRA COMO SE FAZ.

  1. Osmar José Paz Delmaschio

    Parabéns à todos ! Mais uma conquista desse blog.
    Cremilda, eu postei uma opinião, pela primeira vez no blog da Giulia sobre a questão do Uniforme. Veja e, se quiser, comente.
    Não sou contra o seu uso, mas uma criança jamais deve ser impedida de entrar na escola por falta dele. As escolas, quando quiserem adotá-los, devem repassá-los aos alunos com um lucro mínimo. Esse lucro deverá ser usado (Via APM) para aquisição dos mesmos, visando à doação para aqueles que não tem condições de comprá-los.

    Para terminar, lembremos que só encontraremos paz no ambiente escolar, quando tivermos um ambiente de respeito entre todos aqueles que trabalham lá. Aluno merece respeito, se não for respeitado por professores e diretores certamente revidará. Não participo desse blog para atacar ninguém, quero apenas passar um pouquinho à todos, daquilo que aprendi nesses 19 anos de profissão. Já errei algumas vezes no começo de minha carreira, já maltratei aluno e recebi o troco também. Nessa última escola que estou há dez anos encontrei excelentes profissionais que me corrigiram e me ensinaram a respeitar meus alunos e refletir sobre minha conduta na sala de aula. Hoje tenho o maior amor por aquilo que faço. Há muitos profissionais compromissados na minha escola e os problemas de indisciplinas são raríssimos. Fiquei muito feliz, nesse dia 22 de Março, quando fiz 43 anos, de ser lembrado e ter recebidos votos de felicidades por parte de muitos alunos da escola que leciono, em Cedral-SP. Falo isso não para me engrandecer e sim para servir de exemplo àqueles que ainda sofrem na salas de aulas da vida, “travando uma luta ignorante com seus alunos”, onde os dois lados só têm a perder. O professor também tem que ser espeitado pelos seus superiores. Lembro uma vez, no início de minha carreira aqui em Mirassol (quando ainda não tinha muita experiência) que fui ofendido por uma vice-diretora. Em vez de ela me chamar em particular e dizer aquilo que eu precisava ouvir para melhorar minhas aulas, essa pessoa me humilhou e disse que preferia deixar os alunos na quadra sozinhos do que me chamar mais uma vez para substituir alguém.
    Digo tudo isso também para servir de exemplo à todos que ainda não conseguiram ver a importância desse blog. Tenho certeza que a Cremilda não é contra os professores e sim uma pessoa preocupada em ajudar a solucionar os problemas, que infelizmente estão cada vez maiores dentro de nossas escolas, pois nós, professores também só seremos felizes quando a escola deixar de ser uma praça de guerra !