QUEM FAZ MAIS FALTA, UM MOTORISTA DE CAMINHÃO OU UM PROFESSOR DE ESCOLA PÚBLICA?

Se alguma coisa não for feita, amanhã a cidade de São Paulo está parada por conta da greve dos caminhoneiros que transportam combustível para os postos de gasolina.
Já se instalará o pânico.
Professor de escola pública que se acha a última bolacha do pacote, e que é a profissão mais importante do planeta, faz greve e não faz essa diferença toda.
O único problema é nos locais em que se manifestam e de modo isolado atrapalham o trânsito, mesmo assim se ouve e se vê a população indignada com eles, nada solidária a reivindicação.
Isso por conta do exagero de se endeusar o professor e demonizar o aluno.
Aluno deixou de ser a prioridade na escola pública. Sendo uma inversão indevida, imoral e hipócrita, só podia dar nisso.
Em escola tida como escola de excelência, as professoras mandam montanhas de lição para os pais ensinarem em casa. Essas famílias durante as greves se viram do jeito que sempre se viraram durante as aulas.
As escolas de periferia, as escolas nota zero, que são a maioria, não ensinam nada e ainda por cima é situação de risco. Fato que faz as famílias respiraram aliviadas com as greves.
Hora de revermos esses fatos, esses conceitos.
Ameaçam nova greve.
De novo o vexame. Os sindicatos em carros de som fazendo política partidária. Como se o problema da escola ruim fosse de um só partido.
Partidarizam a educação, apequenam a causa. Invertem os valores, humilham e ofendem os pais. Dão péssimos exemplos e querem ser respeitadas.
Professor que não respeita aluno, não merece respeito.
Os educadores, poucos, ficam ilhados e angustiados também com o rumo que tomou a educação em São Paulo.

Anúncios

2 Comentários

Arquivado em Alunofobia, Impunidade, Professorinha-santa, Professorzinho-santo

2 Respostas para “QUEM FAZ MAIS FALTA, UM MOTORISTA DE CAMINHÃO OU UM PROFESSOR DE ESCOLA PÚBLICA?

  1. mara

    Demonizar o aluno? Onde ocorre isso? Os jovens estão barbarizando as escolas, as ruas de nossas cidades e…. coitadinhos. Quando o professor impõe limites ele é carrasco. Os pais falharam, essa é a realidade.