Arquivo do dia: 26/02/2012

PROVA PARA PROVAR QUE A ESCOLA PÚBLICA ABUSA E GASTA MAL .

Professor é a profissão mais importante do planeta.Tudo começa com ele, ou acaba. Em São Paulo e no Brasil acaba…
Quando um professor faz concurso e é aprovado nem sempre quer dizer que ele tem conhecimento, mas é para isso que o concurso serve. Não mede sua capacidade, seu talento e nem seu magnetum. Isso deveria ser medido depois, na sala de aula.
Avaliação feita pelos pais e pelos alunos. O pais , são os maiores interessados que seja uma boa escola para seus filhos. Os pais e alunos sabem de cor e salteado qual é o bom e o mau professor da escola, numa avaliação certeira e objetiva.
Todos os professores tiveram que fazer uma prova. Todos.
Prova que a Secretaria Estadual diz ser classificatória. Outra piada. Entrou primeiro quem era “amigo do rei”. Os sem padrinho ficaram por último mesmo que fossem excelentes professores.
Os professores temporários que estão dizendo que são professores NOTA ZERO, são professores que se recusaram a fazer a provinha do fim do ano ou que não puderam fazer por um motivo ou por outro.
Pela primeira vez estou de acordo com a APEOESP e com o Deputado Gianazzi, que avaliam essa provinha como ridícula, vergonhosa.
A apeoesp devia mesmo ter investido na extinção dessa atitude irresponsável da Secretaria de Educação. O Gianazzi andou esgoelando na Assembléia mas não fez nada de efetivo, reagiu pálidamente,só gritinhos, mas foi o único que reagiu. Os deputados se omitiram.
Ridícula, imoral essa prova e serve para engordar a conta sabe-se lá de quem. Não tem proveito para ninguém não prova e nem mede nada.
No ano passado, em todas as disciplinas as provas tinham erros e perguntas impossíveis de responder estremamente mal elaboradas, uma vergonha.
Imagina quando o governo do Estado gastou para essa prova ??
Numa só matéria, de 80 questões 19 eram perguntas nada a ver, sem uma possível resposta, nada a ver com o assunto..Erros brutais foram denunciados pelos professores, que tiveram que fazer a tal prova.
Fizeram a prova, alguns foram aprovados, outros foram reprovados e outros nem fizeram.
Entre os aprovados não quer dizer que são bons professores, que são educadores. Ser educador não se mede em prova. Faculdade não forma educador, forma professor.A faculdade forma o professor e a prática diz se ele é ou não um educador. Depois de aprovado em concurso tem dois anos de período probatório, que não prova nada também. Entrou, passou no concurso,entrou na panelinha da escola nunca mais sai.
Agora todos que quiserem poderão dar aula.
No meio desses rebeldes que não fizeram a prova, tem muita gente boa, são educadores, entre os que não passaram tinha muito educador também, mas era um bibliografia imensa impossível de ler tudo.
Moral da história.
O governo de São Paulo vai contratar professores nota zero, na verdade temos na área da educação uma gestão ZERO.
Fazem da verba da educação a farra do boi.
Fazem farra com o imposto do povo, grande forte e que não sabe a força que tem. E tome paulada..
…mas vou continuar contando como foi a reunião com o Secretário Adjunto. É muita coisa.
…amanhã tem mais.

Anúncios

2 Comentários

Arquivado em Uncategorized

É LEGAL, MAS É IMORAL E MATA !

Na difícil conversa que tive com o Secretário Adjunto, conversa improdutiva, constrangedora abordei as queixas comuns, das mães que nunca encontram a diretora nas escolas. Também o fato do dirigente da Sul 3 dar aula em uma escola da rede e as suas amigas o defenderam dizendo que ele ganha muito pouco como Dirigente, e precisa de aulas complementares para sustentar sua família.
Que escola é bico, a gente sabe.Ali o comprometimento é quase zero.
Lembrei também só para ilustrar que a Dirigente da DECO falta toda quarta feira, que se ausenta muito em reuniões fora do seu gabinete fazendo as vêzes de MC.Lembrei que então fica na mão da supervisão. Que tem alí um monte de supervisoras comprometidas e sérias, mas que tem a tchurma do mal.
A resposta dele foi surpreendente.
Ele alega que é legal. A lei permite.
Ele mesmo dá aulas em uma Universidade toda sexta feira de manhã. Eu respondí então que é menos mau, se ele falta só toda sexta de manhã.Fica então o recado.
ELAS PODEM, TODOS PODEM. TODOS FAZEM, SE FAZEM ATÉ O QUE É ILEGAL IMAGINA O LEGAL, AMPARADO PELA LEI…
Se a Diretora é escolhida por eles, Dirigente também e são avaliadas por uma Equipe Tecnica, uma das condições de disponibilidade de horário, deveria ser condição principal.
Se o cargo de Dirigente é só um bico e quem manda são as Supervisoras, então o povo paga o salário delas inutilmente. O cargo de Diretora, a mesmíssima coisa.
Essa conduta que vem desde lá de cima, pode s er Legal, mas é imoral e mata a escola pública.
Fazem da escola um bico.
O povo paga, a escola capenga e o Brasil mergulha na corrupção e na pobreza.

7 Comentários

Arquivado em Uncategorized