Arquivo do dia: 11/12/2010

MÃOS AO ALTO: ISTO É UM ASSALTO !!!

Ninguém gosta de ser roubado. Se for nota de escola também não. Acontece que se aluno reagir, a Rede Record principalmente, se encarrega de transformar o aluno em criminoso perigoso.
Aluno que reage a agressão se torna réu. Mas se reage contra uma nota baixa, este aluno se torna criminoso, ele se torna o bandido mais feroz, segundo a Rede Record de Televisão…
Pior que a Rede Record, nem a Rede Globo é.
A Rede Record tem a capacidade de passar vídeos antigos e tomadas antigas até a exaustão… mas deixar de prejudicar aluno, ela não deixa.
Em qualquer país, até o mais atrasado, aluno é tratado como o futuro do país. Mas aqui, no Brasil, aluno é tratado como o problema das escolas, desde a creche até a Universidade.
No último mês, a Record passou repetidas vezes, até a exaustão, o caso do aluno que teria quebrado os dois braços e seis dentes da professora.
A Rede Record, sem nenhum remorso, arruinou a vida do aluno. Chegou-se ao do delegado declarar que só prendeu o aluno por causa da repercussão que o caso teve na imprensa.
O aluno só teve sua versão divulgada aos poucos; uma versão truncada… a versão do aluno foi apresentada pouco a pouco… um pouco em cada noticiário, que sempre enfatizava o lado do aluno com alto teor de periculosidade.
A Rede Record não teve nenhum escrúpulo. Nenhum cuidado com a vida de um cidadão, que teve a vida arruinada por conta da audiência em que professora é considerada um ser angelical, e pura, e santa, e que nunca erra. Um conceito que não ajuda ninguém. Professor tem que ser tratado como trabalhador qualificado, respeitado… Mas sempre como ser humano que é…
O aluno não gostou da nota baixa. Ele estava acostumado a tirar só notas altas, sinal de que era bom aluno.
A Coordenadora o fez ficar sentado, ouvindo ofensas e referências injuriosas a sua cor – o aluno é negro. Ele ficou, durante uma hora, ouvido desaforos. Ela, coordenadora, elabora um documento e queria obrigar o aluno a assinar; ele não aceita, pois o documento era mentiroso, segundo ele. Ela, então, chama o segurança e o porteiro para obrigar o aluno a ficar sentado e a assinar o documento, coisa que nem delegado de policia pode fazer. O aluno, que era forte, lutou com os dois e, em desvantagem, arremessou a cadeira em um deles que se esquiva; e a cadeira atinge a coordenadora, que levantava os braços para defender o rosto, e tem os dois antebraços quebrados.
Pronto!!! Que prato cheio para a Rede Record. Não ouviu o aluno. Mas divulgou sua foto como se fosse a foto de um monstro; e passa sempre a cena da “coitadinha da professorinha”, da “professorinha idosa ” atacada covardemente por um monstro negro.
Enquanto não viu o aluno preso, a Rede Record, não sossegou. Não teve nenhuma nesga de remorso. Passa e repassa, toda vez que a Record fala de um aluno que reage a uma nota baixa que ele não concorda.
A Rede Record acha que aluno tem que ser roubado e, como toda vítima de roubo, a policia recomenda que o aluno não reaja.
Assim sendo, o ladrão não tem nada a perder.
No caso dos maus professores é a mesma coisa.
Sempre lembrando que essa não é a conduta de um educador. Um educador é generoso e sabe que seu objetivo não é prejudicar aluno.
Um educador sabe que ele merece a nota que dá.
Para o mau professor, endeusado e amparado pela Rede Record: O aluno não pode reagir a uma nota que lhe foi roubada… ou fica muito pior para o aluno…

Comentários desativados em MÃOS AO ALTO: ISTO É UM ASSALTO !!!

Arquivado em Impunidade, Professorinha-santa

Cremilda Dentro da Assembleia Popular – 08/12/2010

Programa equivocado

Cremilda Estella Teixeira, do Núcleo de Apoio a Pais e Alunos (NAPA), registrou seu repúdio ao programa Profissão Repórter, da Rede Globo, que foi à escola pública para “demonizar” os alunos. Segundo ela, ainda restam nas escolas públicas resquícios da ditadura militar, impedindo que se fale a verdade sobre diretoras e professoras. “Os mecanismos de proteção ao mau professor prejudicam o bom educador”, finalizou.

***
Vítima ou algoz

Vilma Pereira de Godoy Rodrigues, Promotora Legal Popular e mãe de aluno, denunciou o descarte de milhões de apostilas. Criticou o tratamento dado aos alunos da rede pública: só eles são punidos, enquanto professores posam de “vítimas”.

***
Prêmio Ignóbil

Mauro Alves da Silva, do Movimento Comunidade de Olho na Escola Pública, anunciou a indicação, por sua entidade, do último programa Profissão Repórter, da Rede Globo de Televisão, para o Prêmio Ignóbil de Direitos Humanos na área da educação.

***

O Programa Assembleia Popular é gravado todas as quartas na Assembleia Legislativa de São Paulo. Um resumo é publicado no Diário Oficial da Assembleia Legislativa de SP. E o programa é transmitido pela TV a cabo NET (canal 13) e pela TVA (canal 66) aos sábados, das 12h às 13h. O programa Assembleia Popular também pode ser assistido neste mesmo horário pela internet no seguinte endereço:
http://wwi.al.sp.gov.br/web/altv/alesp.asx

Comentários desativados em Cremilda Dentro da Assembleia Popular – 08/12/2010

Arquivado em Impunidade, Prêmio IgNóbil de Educação