E.E.LUIZ GONZAGA PINTO E SILVA, ZONA SUL DE SÃO PAULO. OUTRA ESCOLA FORA DA LEI E DOS TRILHOS.


Hoje faz mais um aniversário o caso do professor acusado de promover bullying e que teria espancado aluno na sala de aula. Aluno que ele teria mandado a “galera” imobilizar. Caso da EE Octacílio de Carvalho Lopes.
Hoje sai uma noticia no site da Rede Globo (Portal G1):
A aluna de oitava séria brigou com uma colega no corredor da escola a hora que saia da sala de aula e não tinha ninuguém para socorrer. A imprensa divulga como bullying, que é para demonizar a aluna que teria agredido a colega.
Já que bullying está indignando, então, é um jeito de cairem de pau na aluna.
Criança e adolescente brigam desde sempre. Os adultos é que separam e ensinam a resolverem seus problemas e diferenças de modo civilizado. Isso não pode acontecer em uma escola violenta, brutal, fora dos trilhos e que dá os piores exemplos. Uma escola impune, sem fiscalização, cuja única função parece ser a de cabide de emprego para apaniguados. A volta triunfal do pistolão. Figura conhecida por apresentar seus afetos e prejudicar desafetos nos empregos públicos.
Temos milhares de professores que estão na escola e em todo órgão da Secretaria de educação por indicação politica, pura e simples.Sem que sua capacidade seja questionada. O problema é que esses felizardos protegidos pelas autoridades e pelos politicos ficam inimputáveis.
Pior ainda, nessa notícia da escola é a solução que apresentada para resolver a questão.
Supende a aluna.
Suspender alunos não é medida pedagógica. É uma medida que contraria o ECA Estatudo da Criança e do Adolescente. a LDB, Lei de Diretrizer e Bases e a Constituição Federal.
Uma escola fora dos trilhos e uma escola fora da lei.
Lembrando que o professor que foi acusado de promover bulliyng e espancar aluno na sala de sua aula, foi promovido a Coordenador Pedagógico, da Escola Adelaide Ferraz de Oliveira, Vila Guilhermina, zona leste de São Paulo, numa manobra imoral para blidar o mau professor, premiando sua atitude criminosa.
Professor pode!!!

About these ads

6 Comentários

Arquivado em Alunofobia, bonequinho-playmobil, Bullying, Cartilha dos Corvos, Geraldo Alckmin, Impunidade, Prêmio IgNóbil de Educação

6 Respostas para “E.E.LUIZ GONZAGA PINTO E SILVA, ZONA SUL DE SÃO PAULO. OUTRA ESCOLA FORA DA LEI E DOS TRILHOS.

  1. Danusa

    Dona Cremilda, acho que a senhora anda um pouco mal informada sobre o que realmente ocorre dentro da escola atualmente; apesar do título de seu blog creio que a senhora adentra as escolas somente através da tela da TV sem ao menos questionar os fatos.
    A senhora ainda coloca que “Temos milhares de professores que estão na escola e em todo órgão da Secretaria de educação por indicação politica, pura e simples.Sem que sua capacidade seja questionada”. Mais um grande engano! Os professores só permanecem nas escolas quando passam em provas de concurso público e os que ainda não entraram por concurso estão fazendo provas anualmente para provarem esta capacidade. Convido a senhora e outras pessoas que pensam como a senhora a passar apenas 1 dia em uma sala de aula, ou melhor apenas meio período, para verificarem o nível de educação de nossos alunos e o que já trazem de casa. Não respeitam pai, mãe ou quem quer que seja e muitos, assim como a senhora, acham que o professor é o culpado pelos vândalos que frequentam a escola. Temos muitos alunos bons mas que acabam sendo prejudicados por estes vândalos sem eira nem beira que o professor é obrigado a receber em sala de aula e que os pais ainda “passam a mão na cabeça”. Espero que, a senhora e muitos pais mudem sua maneira de pensar em relação às crianças e jovens que apresentam este comportamento dentro da escola, pois passamos com eles apenas alguma parte do dia, já a família passará os resto de sua existência.
    Professora.

    • Cremilda Teixeira

      Danuza, acho que neste caso a mal informada é a senhora.
      Seu discurso é velho, esfarrapado e senil.
      Professora que ofende aluno e acha que só tem que estar na escola aluno bonzinho, conformado é professora que deveria estar fora da escola, ou não deveria ter entrado.
      Sua desinformação é brutal Escola é de todos e não temos todos os alunos quietinhos, bonzinhos e que não enxergam os maus exemplos dos péssimos professores.
      A família tem muito mais interesse que seu filho seja homem de bem, será seu filho para a vida inteira, e professor quando não gosta do aluno ou quando ele é dificil ela expulsa, quer moleza. Já os pais não tem ex filhos.
      Educador de fato, temos a minoria e jamais desrespeita pais e alunos e nunca chamaria aluno de vândalos
      Espero, torço e luto para que os pais parem de se comportar como se estivesse tudo bem e que a escola é um favor é comecem a cobrar de vocês: aulas de boa qualidade, bons exemplos e respeito.
      Luto para que a imprensa pare de santificar professores e demonizar alunos.

  2. lokinha

    ta muito certa ray

  3. É uma escola do Samuel?

    • Cremilda Teixeira

      Não sei, deve ser. Nas escolas da sul 3 é onde estão as maiores violações de direito de aluno…